Defesa pede à Justiça saída de Lula para enterro do neto

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entraram com pedido na Justiça para que ele possa ir ao sepultamento do neto Arthur Lula da Silva, de 7 anos, que morreu nesta sexta-feira (1º de março), em decorrência de uma meningite meningocócica.

No pedido, a defesa cita o artigo 120 da Lei de Execução, segundo o qual “os condenados que cumprem pena em regime fechado ou semi-aberto e os presos provisórios poderão obter permissão para sair do estabelecimento, mediante escolta, quando ocorrer falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão”.

Em janeiro último, os advogados também solicitaram a liberação do ex-presidente, que está preso em Curitiba (PR) desde abril do ano passado, para que ele pudesse acompanhar o enterro do irmão Vavá.

Na oportunidade, a juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena do petista, negou. A defesa recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF). O presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, permitiu a saída de Lula. A decisão dele também foi citada pela defesa do ex-presidente nesta sexta.

À época, no entanto, o aval do STF só saiu momentos antes de o corpo de Vavá ser sepultado e, por isso, Lula não conseguiu ir ao enterro. Por Notícias ao Minuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com