Adolescente é apreendida após matar avó de criação em Belo Horizonte

Uma adolescente de 17 anos foi apreendida nesta terça-feira (05/mar) em Belo Horizonte suspeita de matar a própria avó de criação e ocultar seu corpo dentro de casa em um condomínio de luxo na região da Pampulha, em Belo Horizonte.

Segundo a Polícia, a jovem confessou o crime e disse ter matado a avó a facadas após uma briga, em janeiro. O corpo de Elizabeth Martins Augusto de Amorim, de 57 anos, foi enrolado em lençóis e lacrado com lona, para evitar a passagem de odor. “Ela disse que brigou com a avó quando chegou tarde de uma festa. Ela afirma que a avó tentou agredi-la e, para se defender, deu três facadas nela”, afirmou o tenente Tiago Rezende, do 49º Batalhão de Polícia Militar.

De acordo com a Polícia, a adolescente chegou a fazer uma festa na casa há cerca de 15 dias. A jovem de 17 anos é filha de uma mulher adotada pela vítima.

“Ela tentou ocultar o cadáver, enrolou o corpo em um edredom e isolou o quarto ao pregar uma lona com o objetivo de evitar a propagação do cheiro. Depois disso, seguiu a vida normal”, complementa o tenente, informando, ainda, que a adolescente participou de um bloco de Carnaval em BH.

Em um das fotos postadas nos stories, a adolescente escreveu os dizeres “anjo em certas horas, um capeta a cada momento”. Em outra, colocou a localização como “inferno”.

Quem localizou o corpo foi uma outra filha da vítima, que não consegui contato com a mãe. Como não conseguia abrir a casa, chamou um chaveiro.

A jovem, localizada na casa de um tio em Fernão Dias, na região Nordeste de BH, disse que agiu sozinha. Ela foi encaminhada para a delegacia de adolescentes e deve ser apreendida. Por Jovem Pan/Sete Lagoas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com