Bahia vence Atlético de Alagoinhas está na final do Campeonato Baiano

Para se classificar para final, restava ao Carcará duas possibilidades: vencer por 3 a 0 nos 90 minutos, igualando o saldo de gols e decidindo nos pênaltis, ou vencer por quatro gols de diferença no tempo regulamentar; dessa forma, na soma dos placares, levando a melhor por um gol de diferença.

Mas nada disso aconteceu e a equipe da casa ainda viu o Bahia ampliar a vantagem ao fazer 1 a 0 com Fernandão, ainda na primeira etapa. O Bahia com tranquilidade venceu por 2 a 0 e agora espera o adversário, que sairá da partida entre Bahia de Feira e Vitória da Conquista.

O JOGO

A situação do Atlético de Alagoinhas ficou quase impossível logo aos três minutos. Bremer tentou desarmar Fernandão na intermediária, mas chegou forte demais na jogada, solando o atacante do Bahia. O arbitro não pensou duas vezes e deu cartão vermelho direto para o zagueiro.

Mesmo com menos um, foi o Carcará que chegou primeiro. Hércules passou por três marcadores, ajeitou a jogada para a perna direita e mandou para o gol. A bola foI fraca, Anderson caiu e fez a defesa.

Aos 12 minutos, nova chegada dos donos da casa. Iran pegou sobra no círculo central, soltou uma bomba de primeira e Anderson fez grande defesa.

Administrando a partida, o Bahia arriscou aos 25 minutos. Rogério dominoi bola na entrada da área, puxoi para a perna esquerda e chutou rasteiro. Diego, bem posicionado no centro do gol, fez a defesa.

Aos 39, uma grande lambança aconteceu no gramado. O médico do Atlético de Alagoinhas, que também é prefeito da cidade, invadiu o campo e discutiu com o árbitro Bruno Pereira Vasconcelos, após falta em cima de Peixoto. Em seguida, o brigão foi expulso de campo.

Mas quem abriu o placar foi o Tricolor. Elton puxou contra-ataque, passou pelo marcador e tocou em profundidade para Élber, pela direita. Atacante do Bahia chutou cruzado e Fernandão, na segunda trave, empurrou para o fundo das redes. 1 a 0 Bahia.

Segunda etapa

Tranquilo e classificado, o Bahia chegou aos 12 minutos. Élber fez jogada invididual pela direita, invaiu a área e tocou para trás. Douglas Augusto, sozinho no lance, soltou uma bomba e a bola explodiu no travessão.

Aos 19, o Atlético arriscou em bola parada. Gabriel Esteves bateu falta com estilo, mas a bola cobriu a meta do goleiro Anderson.

Para carimbar a classificação, o Bahia ampliou aos 21 minutos. Élber passou por dois pela direita e tocou para Shaylon, na entrada da área. O jogador do Bahia deixou um marcador no chão, puxou para a perna direita e bateu de chapa, no canto, sem chances para o goleiro Diego. 2 a 0 Bahia.

O Atlético assustou aos 33 minutos, Ed cobrou escanteio baixo, defesa do Bahia desacreditou e a bola bateu na primeira trave. Quase um gol olímpico.

FICHA TÉCNICA

Atlético de Alagoinhas 0x2 Bahia – Campeonato Baiano
Dia e horário: Quarta-feira (27), às 21:30
Local: Alagoinhas, Bahia. Carneirão.
Árbitro: Bruno Pereira Vasconcelos
Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim e Jefferson Abel Ferreira Lima

Cartões amarelos: Guto, Leandro Sobral (Atlético-BA) / Elton, Douglas Augusto, Fernandão (Bahia)

Cartões vermelhos: Bremer (Atlético-BA)

Gols: Fernandão e Shaylon (Bahia)

Bahia:

Anderson; Nino Paraíba (Flávio), Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Elton e Douglas; Elber, Shaylon e Rogério (Ramires); Fernandão (Gilberto). Técnico: Enderson Moreira.

Atlético de Alagoinhas

Diego, Ed, Iran, Bremmer,e Vicente (Raldinei); Guto (Túlio), Hércules e Leandro Sobral; Gabriel Esteve; Peixoto (Kel) e João Neto. Técnico: Arnaldo Lira. (Galáticos Online)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com