Menina de 9 anos é morta a tiros dentro de carro após sair da escola em Camaçari

As 13 perfurações na lataria do GM Corsa prata (JOT-2664) dão dimensão da violência do ataque. As vítimas foram executadas sem chance de defesa, entre elas a estudante Bruna Cruz, de apenas 9 anos, que ainda usava o uniforme escolar. A menina e o namorado da mãe dela, Deivid Demétrio dos Santos, 19, morreram após disparos efetuados por ocupantes de outro carro de cor escura no início da noite desta quarta-feira (27), no bairro Ponto Certo, em Camaçari, Região Metropoliana de Salvador.

Deivid estava ao volante quando o Corsa foi fechado por um outro carro. Ele morreu no local. A grande maioria dos disparos atingiu o lado do motorista. Bruna estava sentada no banco de trás, quando foi baleada. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do Hospital Geral de Camaçari (HGC).

A mãe dela, identificada como Jamile, e o cunhado, de nome não informado, estavam também no Corsa e conseguiram fugir. Jamile teria sido atingida na perna. Os dois sobreviventes ainda não foram localizados.

O caso é investigado pela delegada Maria Teresa, titular da Delegacia de Homicídios de Camaçari. Em nota, a Polícia Civil informou que Deivid tinha envolvimento com homicídios e tráfico de drogas na cidade. Ainda de acordo com a nota, as outras duas pessoas que estavam no carro também têm envolvimento com o tráfico.

O crime aconteceu por volta das 18h, quando o Corsa passava em frente ao Condomínio Lucaia, do Programa Minha Casa Minha Vida. Bruna tinha acabado de sair da escola e estava sentada no banco de trás ao lado do irmão de Deivid – Jamile seguia no banco do carona.

Os disparos perfuraram as portas, capô, vidros e lanternas. O Corsa está em nome do pai de Bruna, Jailton Silva da Cruz Júnior, assassinado durante um assalto em dezembro do ano passado em Camaçari. Por conta da morte de Bruna, não houve aula no Centro Educacional Carpe Diem, no bairro de Inocop, onde a garota estudava.

Confira na íntegra a nota da Polícia Civil:
“A Delegacia de Homicídios (DH/Camaçari) investiga as mortes de Deivid Demétrio dos Santos, de 19 anos, e de uma garota de oito anos, ocorridas na noite de quarta-feira (27), no bairro Ponto Certo, naquela cidade. As vítimas estavam em um veículo com a mãe da criança e o irmão de Deivid, quando foram abordadas por homens, ainda não identificados, que chegaram em outro carro e atiraram. Deivid, que tem envolvimento com homicídios e tráfico de drogas em Camaçari, morreu no local. A menina chegou a ser socorrida para o Hospital Geral daquele município, onde já chegou sem vida. As outras duas pessoas que estavam no carro, que também têm envolvimento com o tráfico, conseguiram fugir.” (Correio da Bahia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com