Ex-marido afirma que nunca viu tablet que teria sido furtado de Najila

ESTADÃO – O consultor Estivens Alves, ex-marido de Najila Trindade, modelo que acusa Neymar de estupro, afirmou que nunca viu o tablet que conteria imagens do segundo encontro entre a modelo e o atacante em Paris. As imagens seriam peça fundamental para a argumentação de Najila. Ela afirma que o objeto foi furtado após o arrombamento de seu apartamento na semana passada.

“O tablet que estava em meu poder é o tablet do meu filho. Ele foi retirado do apartamento por mim após a queixa de arrombamento. O tablet foi entregue pelo meu advogado na segunda-feira. Eu não sei, eu nunca vi o outro tablet”, afirmou o consultor que registrou em vídeo a visita que fez ao apartamento da ex-mulher na zona sul de São Paulo.

Estivens concedeu entrevista nesta quarta-feira após o depoimento à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher no inquérito que investiga a acusação de estupro e agressão de Najila contra Neymar. O depoimento durou cerca de oito horas.

O ex-marido de Najila afirmou que percebeu marcas de arrombamento no apartamento e encontrou o local com as gavetas reviradas. “Notei algum sinal de arrombamento. São marcas de chave tentando abrir a porta. Pode ter sido que se aproveitou na situação”, afirmou.

Os investigadores também fizeram questionamentos sobre o relacionamento entre os dois durante e após o casamento. Eles foram casados por sete anos, mas estão separados há quase dois. Estivens e Najila têm um filho de seis anos. “Não quero me pronunciar sobre questões particulares dela. Fui questionado sobre a personalidade dela, mas não vou falar sobre ela”, afirmou.

POLÊMICA

A Polícia Civil registrou um boletim de difamação, na noite desta terça-feira (11/06), contra Najila por conta de declarações feitas pela modelo à imprensa sobre os trabalhos da corporação, no caso em que ela acusa o jogador Neymar de estupro.

Segundo boletim de ocorrência, feito pela 6ª Delegacia Seccional de Santo Amaro, o delegado José Fernando Bessa teve ciência das declarações da modelo, ao assistir entrevista concedida por Najila ao jornalista Roberto Cabrini, do SBT.

A modelo afirmou ao entrevistador que “a polícia [Civil] é comprada” após ser questionada sobre o suposto furto de um tablet.

O jornalista afirma, em um trecho da entrevista, que a polícia encontrou digitais somente da modelo e da empregada dela no apartamento supostamente arrombado. Na sequência, Najila afirma: “É, mas a polícia está comprada né? Ou não? Ou eu estou louca?”. (Folhapress)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com