Lava Jato denuncia Cabral pela 30ª vez, agora por sonegação de R$ 10 mi

VEJA – O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (MDB) pela 30ª vez, agora por sonegação fiscal de 10.402.040,91 de reais. A evolução patrimonial de Cabral seria “desproporcional” ao informado em suas declarações de Imposto de Renda de 2013, 2014 e 2015, diz a Procuradoria.

Sérgio Cabral está preso desde novembro de 2016. Ele já foi condenado em dez ações criminais a penas que somam 233 anos e onze meses de reclusão. O MPF indicou que o processo de auditoria das declarações de Cabral teve início após as ações ajuizadas no âmbito da Lava Jato, que apontavam a “ocultação de patrimônio” realizada pelo ex-governador.

Cabral também teria ocultado cerca de 80 milhões de dólares no exterior, diz a Procuradoria. A denúncia também reforça que o ex-governador dissimulava a aquisição dos seus bens mediante diversos atos de lavagem de dinheiro, como a aquisição de joias de altíssimo valor, roupas, embarcação, custeio de aluguéis e funcionários, blindagem de veículos, fretamento de helicópteros e viagens internacionais.

Alguns dos bens de Cabral foram a leilão no Rio de Janeiro por ordem do juiz federal Marcelo Bretas, entre elas a lancha do ex-governador batizada de “Manhattan Rio”, avaliada em R$ 2,3 milhões.

A defesa do ex-governador não se manifestou até a publicação desta reportagem.

Comente com o Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com