Professora é agredida por mãe de aluna ao sair de escola em Franciscópolis (MG)

G1/GLOBO – Um vídeo que viralizou na internet estes dia, mostra uma professora, de 36 anos, sendo agredida pela mãe de uma aluna. A agressão foi na terça-feira (1º de outubro), quando a vítima saída da Escola Estadual Maria Silva Rocha, local em que trabalha.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a professora disse que a aluna, de 19 anos, e a mãe, de 37, estavam no portão da escola e que, ao sair, começou a ser agredida verbalmente pela mulher. Depois, foi atacada com tapas, puxão de cabelo e socos.

De acordo com a professora, em depoimento à Polícia Militar, a mãe da aluna teria dito à vítima que já a agrediu anteriormente, mas que ela ainda não tinha aprendido. Informou ainda que a mulher pegou a chave da motocicleta dela e que o veículo e o celular foram danificados pelas duas.

Ainda segundo a professora, ela foi socorrida por um motociclista que passava no momento da agressão e que teria ido à policlínica da cidade procurar por atendimento médico.

A mãe da menina disse à PM que foi à escola para fazer uma reclamação e que, ao encontrar a professora, começou a agredi-la. Ela negou que teria pegado a chave da moto. Disse ainda que a filha da vítima foi à casa dela e ameaçou ela e a filha com uma faca, e que para acabar com a confusão, arremessou uma garrafa nela.

As quatro foram conduzidas ao quartel da PM e assinaram um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) e foram liberadas.

A Polícia Civil disse que só pode investigar o caso se a professora fizer uma representação na delegacia.

O Sind-UTE subsede em Teófilo Otoni, disse que “repudia toda ação contrária aos servidores da educação e conclama a todos, que fazem parte da comunidade escolar, optem pela paz e a tranquilidade”, informou a nota.

 

Comente com o Facebook
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com