Família é presa suspeita de matar animais para vender a carne em Guarapari, ES

Três pessoas da mesma família foram presas em Guarapari, na Grande Vitória, nesta sexta-feira (18/10), suspeitas de vender carne de cachorro em uma feira. Segundo a polícia, eles também faziam linguiças.

A polícia chegou ao local depois de receber denúncias anônimas. Foram encontrados 50 animais na casa da família em Meaípe, entre gatos e cachorros, além de um papagaio.

Segundo o delegado Marcelo Santiago, da Delegacia de Infrações Penais e Outras (DIPO) de Guarapari, todos animais foram resgatados. O local para onde eles foram encaminhados não foi informado.

Na casa não havia nenhum recipiente com água ou alimento para os bichos que, ainda segundo a polícia, eram pegos nas ruas pelos acusados. “Todos os animais estavam desnutridos. Restos mortais de cachorros foram encontrados no local”, afirmou o delegado.

Santiago afirmou que os suspeitos abatiam os animais e vendiam a carne deles. O trio foi preso suspeito de crime de maus-tratos aos animais, crime de manter um animal silvestre em casa sem autorização, no caso o papagaio, e crime contra relação de consumo, por causa da venda de mercadoria inapropriada.

As investigações continuam para identificar pessoas que compraram as linguiças feitas com a carne de cães e gatos, além de eventuais cúmplices do comércio ilegal. As duas mulheres presas foram encaminhadas ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Vila Velha e o homem, para o CDP de Guarapari.

Comente com o Facebook
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com
Abrir chat
1
Como podemos ajudar?
Olá, como podemos ajudar?
Powered by