Heloísa Bolsonaro diz que passa ‘perrengue’ com o salário do marido Eduardo

Heloísa Bolsonaro, esposa do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), usou a sua página nas redes sociais para dizer que a “glamorização da vida política precisa acabar”. Em um vídeo feito por ela, a mesma informou que passa “perrengue” com o salário do marido.

Com uma remuneração bruta como parlamentar de R$ 33.763,00, vale lembrar que além da remuneração, os parlamentares têm auxílio-moradia de R$ 4.253 ou apartamento gratuito para morar, verba de R$ 30.788 a R$ 45.612 por mês para gastar com alimentação, aluguel de veículo, entre outras despesas, a esposa de Eduardo diz que a vida dela e do Eduardo “é maravilhosa, mas somos como outro casal jovem que ainda se programa para o futuro”.

Nos vídeos feitos por Heloísa no Instagram, ela afirmou que não trabalhar e que pretende retomar a independência financeira. A esposa do deputado também disse que investe o dinheiro do casal em viagens.

“Não nos falta nada, a vida é muito boa com a gente. A gente consegue fazer viagens nas férias e jantar bem com os amigos… Não estou reclamando, só quero que vocês entendam que não é esse luxo.

A gente não fica andando de iate e barco à toa, de jatinho, de primeira classe… a gente passa muito perrengue também. Quando a gente vai pros Estados Unidos, economiza. A gente foi pro Havaí, mas nosso almoço era US$ 2 ou US$ 3, no mercadinho… ficava até mais magrinha, maravilha”, declarou Heloísa.

A psicóloga contou que faz faxina em casa quando não pode contratar o serviço de um profissional e reclamou de gastar R$ 60 com uma manicure para fazer as unhas.

Mas segundo a esposa de Eduardo, muitas pessoas acham “que a vida de político em Brasília é glamourosa, quando na verdade não deveria ser”. “Político é rico se já for de família, se já vem de uma família de bens ou então aplicou e economizou o salário”, disse.

No ano passado, de acordo com a declaração que entregou à Justiça Eleitoral, o deputado federal Eduardo Bolsonaro teve um aumento de patrimônio de 432% em quatro anos.

Eleito deputado pela primeira vez em 2014, Eduardo declarou naquele ano patrimônio de R$ 205 mil. Em 2018, informou possuir bens que totalizam R$ 1,395 milhão, incluindo aplicações e imóveis, sendo o maior aumento de patrimônio registrado pelos candidatos da família Bolsonaro.

 

Comente com o Facebook
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com