Corpo de policial é encontrado em matagal em Feira de Santana com sinais de tortura

ACORDA CIDADE – É do Policial Militar Antônio José Pereira Braga, 49 anos,  o corpo encontrado por volta das 9h, de quarta-feira (26/02), na Rua Antônio de Santana no bairro Nova Esperança em Feira de Santana. Ele estava com as mãos queimadas e um fio amarrado ao pescoço. A suspeita da polícia é que tenha sido torturado.

O Cabo PM Braga morava em Feira, era lotado no 16º Batalhão de Serrinha (BPM) e trabalhava em Santanópolis. O corpo foi reconhecido por familiares no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Próximo ao corpo, no local do crime, foram encontrados vasilhames vazios de álcool, toalhas e roupas. Ao Acorda Cidade um familiar informou que ele trabalhou no Carnaval de Salvador e chegou em Feira de Santana por volta das 6h de segunda-feira (24), e não tinha entrado em contato com a família.

“Em momento algum ele chegou a comentar com a gente que estava sendo ameaçado ou qualquer coisa deste tipo. Ele era um cara que se comunicava muito com a família e segunda e terça pela tarde ele não encontrou em contato. Aí existiu essa preocupação e depois surgiu essa informação do corpo encontrado no Nova Esperança”, informou.

A identidade do policial também foi confirmada pelo coronel Luziel Andrade, comandante do Policiamento Regional Leste. “Lamentavelmente a família reconheceu o corpo. Já tínhamos algumas informações e foram confirmadas. Agora vamos buscar outras informações. Os lugares onde ele esteve, os últimos contatos. Vamos investigar. Ele tinha 14 anos já na condição de cabo. É um membro nosso e seja qual seja a situação vamos investigar e chegar aos culpados”, afirmou o coronel ao Acorda Cidade.

O 16º BPM divulgou uma nota de pesar. Confira:
NOTA DE PESAR

É com pesar, que o 16º Batalhão de Polícia Militar comunica o falecimento do Cabo PM Antônio José Pereira Braga, 49 anos, e 23 anos servindo a Corporação. Cb Braga ingressou na PMBA no ano de 1997, estava lotado na 1ª Companhia, no Pelotão de Santanópolis. O 16º Batalhão de Polícia Militar lamenta a morte deste honrado guerreiro, externando aos amigos, companheiros de trabalho e familiares, os nossos sentimentos de mais profundo pesar.
Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Comente com o Facebook
Faça sua denuncia ou elogio
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support