Mais de 910 mil mortos e 28,2 milhões de infectados em todo mundo

A pandemia do novo coronavírus já causou a morte de mais de 910 mil pessoas e infectou mais de 28,2 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.

De acordo com os dados recolhidos pela agência francesa de notícias, já morreram pelo menos 910.300 pessoas e 28.221.090 foram infectadas em 196 países e territórios desde o início da epidemia de covid-19, em dezembro de 2019, na cidade chinesa de Wuhan.

Pelo menos 18.803.600 casos já foram considerados curados pelas autoridades de saúde.

A AFP adverte que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infecções, já que alguns países estão testando apenas casos graves, outros usam o teste como uma prioridade para rastreamento e muitos países pobres têm apenas capacidade limitada de rastreamento.

Nas últimas 24 horas foram registradas 5.862 novas mortes e 302.322 novos casos em todo o mundo. Os países que registraram o maior número de novas mortes são a Índia (1.209), os Estados Unidos (1.000) e o Brasil (983).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 191.802 mortes em 6.397.547 casos, segundo um balanço da Universidade Johns Hopkins. Pelo menos 2.403.511 pessoas foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 129.522 mortes e 4.238.446 casos, a Índia com 76.271 mortes (4.562.414 casos), o México com 69.649 mortes (652.364 casos) e o Reino Unido com 41.608 mortes (358.138 casos).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 85.168 casos (15 novos entre quinta-feira e hoje), incluindo 4.634 mortes e 80.377 recuperações.

A América Latina e Caribe totalizaram 305.083 mortes e 8.071.049 casos, a Europa 220.323 mortes (4.385.463 casos), Estados Unidos e Canadá 201.001 mortes (6.532.200 casos), Ásia 111.612 mortes (6.228.252 casos),  Oriente Médio 39.316 mortes (1.641.250 casos), África 32.115 mortes (1.332.519 casos) e Oceânia 850 mortes (30.362 casos).

O balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Devido a correções feitas pelas autoridades ou publicação tardia dos dados, os números do aumento de 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior. (Notícias ao Minuto)

Facebook Comments