Em jogo aberto e muito disputado, Vitória e Operário ficam no empate

Num jogo de seis pontos, Operário e Vitória se lançaram ao ataque e num primeiro tempo de jogo bastante animado e com chances reais para as duas equipes, o placar ficou zerado graças aos erros de pontaria e aos goleiros. 

Com fome de vitória, o Leão voltou para a segunda etapa na quinta marcha e abriu o placar logo cedo. O jogo ficou aberto, com chances para as duas equipes e mais uma vez, Ronaldo brilhou mas não consegiu impedir o empate do mandante, Operário, que insistiu e nos acréscimos achou o gol de empate. Bom jogo, bem movimentado, mas um resultado ruim para ambas as equipes.

PRIMEIRO TEMPO

Com o jogo valendo “seis pontos”, o Vitória foi para cima, e mesmo fora de casa, aos 2′, o Leão subiu ao ataque com Alisson Farias, que cruzou e a defesa afastou, Fernando Neto pegou a sobra e chutou na trave.

O Operário jogava em casa e também queria entrar no G-4. Aos 12′, Tomas Bastos bateu falta com efeito e obrigou Ronaldo a fazer um bela defesa.

Aos 19′, o Leão foi ao ataque com Fernando Neto que tocou para Alisson Farias, que chutou para fora. 

Como resposta, o Operário chegou com muito perigo, aos 21′. Roger recebeu na entrada da área, tocou para Batatinha, que chutou com perigo.

Fernando Neto chutou com perigo, aos 41′, após receber na entrada área. Quase o Vitória abriu o placar. Aos 42′, João Victor cabeceou firme, mas o goleiro do Operário, Thiago Braga, defendeu.

SEGUNTO TEMPO

O Leão queria a vantagem no placar e, aos 38 segundos, Júnior viçosa acertou o travessão num belo cabeceio.

O Vitória abriu o placar aos 8′. Após cobrança de escanteio de Carleto, Ewandro cabeceia no canto e marca para o Leão. 1 a 0.

Atrás do placar, o Operário partiu para o ataque e Batatinha quase empata a partida, aos 13′. Após receber o passe de Jefinho, ele invadiu a área e chutou forte, para fora.

Aos 17, Ronaldo opera um milagre e salva o Vitória. O Operário teve outra chance com Batatinha, que chutou e viu o goleiro fazer uma bela defesa. Um minuto depois, Ronaldo fez outra defesa belíssima, após cabeceio de Marcelo.

Mais uma vez, o Operário chegou com perigo com Batatinha. Aos 29′, o atacante chutou forte e a bola passou tirando tinta do travessão.

Aos 42′, Pedro Ken recebeu na entrada da área e cruzou para Jefinho, que girou e bateu firme para o gol. Quase marcava um golaço.

O Operário insistiu tanto, que aos 48′, Ronaldo não teve chance e Jefinho empatou o jogo, nos acréscimos, com um belo cabeceio,

FICHA TÉCNICA:

Operário x Vitória – Série B (13ª rodada)
Data: 2 de outubro de 2020 (sexta-feira)
Horário: 19h15
Local: Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa-PR
Árbitro: Thiago Luís Scarascati (SP)
Auxiliares: Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA-SP) e Alberto Poletto Masseira (SP)
Cartão Amarelo: Ewandro (VIT), Julinho (OPE)

Gols: Ewandro (VIT), Jefinho (OPE)

Operário: 

Thiago; Sávio, Rafael, Reniê e Peixoto; Mazinho, Lucas Batatinha e Tomas Bastos; Roger (Jefinho), Marcelo (Maranhão) e Clayton. Técnico: Gerson Gusmão.

Vitória: 

Ronaldo; Bocão, João Victor, Wallace (Maurício Ramos) e Carleto; Guilherme Rend (Lucas Cândido), Fernando Neto é Marcelinho (Gerson Magrão); Alisson Farias (Matheusinho), Ewandro (Caicedo) e Júnior Viçosa. Técnico: Bruno Pivetti.

(GALÁTICOS ONLINE)

Facebook Comments Box
Translate »
error: Conteudo protegido!