Estripador de Yorkshire, que matou 13 mulheres, morre de Covid-19

Peter Sutcliffe, um serial killer que ficou conhecido como o estripador de Yorkshire, no Reino Unido, morreu, aos 74 anos, vítima de Covid-19.

O criminoso morreu no Hospital Universitário de North Durham, a poucos quilômetros do estabelecimento prisional onde estava cumprindo pena de prisão pela morte de 13 mulheres.

Os crimes foram cometidos entre 1970 e 1980, antes da sua detenção em 1981. Peter Sutcliffe teria atacado ainda outras nove mulheres. Ele estava cumprindo uma pena de prisão perpétua.

Há duas semanas, foi atendido neste mesmo hospital, depois de ter um indício de ataque cardíaco. O recluso regressou à prisão onde mais tarde lhe foi diagnosticada a Covid-19, doença que o obrigou a regressar ao hospital.

Segundo a BBC, Peter Sutcliffe, que padecia de outros problemas de saúde, recusou receber tratamento para o novo coronavírus, tendo o seu óbito sido anunciado esta sexta-feira.

Facebook Comments
Translate »
error: Conteudo protegido!