Operação no Nordeste de Amaralina localiza suspeito de participar de latrocinio de PM em 2014

Um dos três criminosos presos no Nordeste de Amaralina, na manhã desta quarta-feira (2), participou do latrocínio do soldado Apolinário Manuel Bonfim Neto, em setembro de 2014. O traficante e homicida possuía mandado de prisão e condenação de 23 anos e quatro meses pela morte do militar.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Publica da Bahia (SSP-BA), equipes da Companhia de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) do Batalhão de Choque localizaram o foragido da Justiça, com drogas, no bairro de Santa Cruz. Ele foi conduzido para o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

Durante apresentação, equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), sediadas no mesmo prédio, reconheceram o indivíduo. Investigadores daquela unidade, em novembro de 2014, localizaram e prenderam o criminoso pelo latrocínio de Apolinário. Ele cumpria pena, mas fugiu do Complexo Penitenciário de Mata Escura, no dia 20 de abril deste ano.

Após depoimentos e exames, o criminoso retornará para o sistema prisional, onde cumprirá o restante da pena pela morte do soldado.

Facebook Comments
Translate »
error: Conteudo protegido!