O documentário “Favela onde eu cresci” será exibido no IX Cachoeiradoc 2020.

É sob o olhar da professora e líder religiosa baiana Makota Valdina que o IX CachoeiraDoc – Festival de Documentários de Cachoeira acontece a partir desta sexta, 4 de dezembro, e segue até o dia 20 de dezembro, com 42 filmes disponíveis online e 10 filmes exibidos presencialmente.

A programação é gratuita e conta com atividades artísticas, conferências, oficinas, lançamento de livro, que se desenrolam no site www.cachoeiradoc.com.br, Facebook e YouTube (CachoeiraDoc).

Neste universo de filmes, 29 são dirigidos por mulheres, 16 são assinados por profissionais da Bahia e 31 têm pessoas negras na direção.

Além disso, 8 dos documentários fazem suas estreias nesta programação online do CachoeiraDoc, entre eles o aclamado documentário “Favela onde eu cresci” dirigido por Daniel Souza do Nascimento, estudante do curso de cinema e audiovisual da Universidade Federal do Recôncavo.

O curta conta a história do compositor e cantor de pagode baiano Felipe dos Santos, conhecido como Seko Ds, morador da cidade de Muritiba/BA.

O curta é um convite para a reflexão sobre sonhos, resistência, amor a música, violência do Estado, construção da identidade negra, autoafirmação e luta antirracista.

O curta pode ser encontrado gratuitamente pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=_p1RrfcN7ak&t=105s

PROGRAMAÇÃO DE FILMES:
(Outros) Fundamentos (São Paulo, 2019, 15 min.), de Aline Motta
A Cristalização de Brasília (Distrito Federal, 2019, 7 min.), de Guerreiro do Divino Amor
Ainda te amo demais (Alagoas, 2020, 22 min.), de Flávia Correia
Arco do tempo (Bahia, 2019, 17 min.), de Juan Rodrigues
Aurora (Bahia, 2018, 15 min.), de Everlane Moraes
Cadê Edson? (Distrito Federal, 2019, 72 min.), de Dácia Ibiapina da Silva
Cinema contemporâneo (Pernambuco, 2019, 5 min.) de Felipe André Silva
Estreia: É sim de verdade (Bahia, 2018, 23 min.), direção coletiva de mulheres em privação de liberdade junto ao Complexo Prisional de Feira de Santana
Entre Nós e o Mundo (São Paulo, 2019, 17 min.), de Fabio Rodrigo
Entre o céu e o subsolo (Bahia, 2019, 43 min.), de Felipe da Silva Borges
Estreia: Essa festa é a minha vida (Bahia/Alagoas, 2020, 18 min.), de Ulisses Arthur
Filme de Domingo (São Paulo, 2020, 28 min.), de Lincoln Péricles
Estreia: Formatura (São Paulo, 2020, 8 min.), de Caio Franco
Invasão Espacial (Distrito Federal, 2019, 15 min.), de Thiago Foresti
Estreia: Irun Orí (Bahia, 2020, 8 min.), de Juh Almeida
Lembrar daquilo que esqueci (Espírito Santo, 2020, 20 min.), de Castiel Vitorino Brasileiro
Mães do Derick (Paraná, 2020, 77 min.), de Dê Kelm
Michele de Michele Mesma: Narrativas de uma Mulher Sertaneja (Bahia, 2019, 12 min.), de Michele Menezes
Minha História é Outra (Rio de Janeiro, 2019, 22 min.), de Mariana Campos
Não fique triste, menino (Ceará, 2018, 8 min.), de Clébson Francisco
NC5 contra a lei do impedimento (Rio de Janeiro, 2019, 24 min.), de Lucio Branco
Negro Em Mim (São Paulo, 2020, 123 min.), de Macca Ramos
Notícias de São Paulo (Pernambuco, 2019, 11 min.), de Priscila Nascimento
Estreia: O Bem Virá (Pernambuco, 2020, 75 min.), de Uilma Queiroz
O Mundo Preto tem Mais Vida (Maranhão, 2018, 40 min.), de Sabrina Duran
Obatala film (Minas Gerais, 2019, 7 min.), de Sebastian Wiedemann
POPXOP (Minas Gerais, 2019, 102 min.), de Natalino Maxakali e Ana Estrela
Quando Era Primavera (Goiás, 2019, 13 min.), de Lara Damiane
Reduto (Bahia, 2020, 13 min.), de Michel Santos
Relatos Tecnopobres (Goiás, 2019, 13 min.), de João Batista Gabriel Carvalho Silva
Rua Augusta, 1029 (São Paulo, 2019, 11 min.), de Mirrah Iañez
Sair do Armário (Bahia, 2018, 4 min.), de Marina Pontes
Sob a sombra da palmeira (Minas Gerais, 2020, 17 min.), de Tomyo Ito
Estreia: Um de vermelho e um de amarelo (Minas Gerais, 2020, 14 min.), de Frad, GM, Lipe
Vander (Bahia, 2019, 2 min.), de Barbara Carmo
VAZÃO (Pernambuco, 2019, 9 min.), de Cecilia Assy e Marcia Rezende
Veias de Fogo (Ceará, 2020, 18 min.), de coletivo Carnaval no Inferno

SESSÕES ESPECIAIS
Sessão de Abertura
Estreia: Acervo ZUMVI – O Levante da Memória (Bahia, 2020, 36 min.), de Iris de Oliveira

Homenagem à Makota Valdina
Aleluia, o Canto Infinito do Tincoã (Bahia, 2020, 70 min.), de Tenille Bezerra
Pattaki (Bahia, 2019, 21 min.), de Everlane Moraes
Retrato da Mestra Makota Valdina (Minas Gerais, 2019, 92 min.), de César Guimarães e Pedro Aspahan
Estreia: Kalunga – memórias de um mar sem fim (Bahia, 2020, 14 min.), de Renata Semanyangue

Cinema em Vizinhança
Beldade (Bahia, 2020, 19 min), de Juliana Costa
Filhas de Lavadeiras (Distrito Federal, 2019, 22 min.), de Edileuza Penha de Souza
Irun Orí (Bahia, 2020, 8 min.), de Juh Almeida
CORRERIA (Bahia, 2020, 6 min) de Rafael Cerqueira Ramos
Interrogação (ou Psicopata Legalizado) (São Paulo, 2019, 1 min.), de Moisés Pantolfi
O peixe (Bahia, 2018, 6 min.), de Ítalo Rodrigues
Favela onde eu cresci (Bahia, 2019, 11 min.), de Daniel Souza do Nascimento
Vander (Bahia, 2019, 2 min.), de Barbara Carmo
Pega-se Facção (Pernambuco, 2020, 13min.), de Thais Braga
Tempos Verbais (Bahia, 2019, 4 min.), de Ema Ribeiro
Fartura (Rio de Janeiro, 2019, 26 min.), de Yasmin Thayná
As rendas de Dinho (Santa Catarina, 2019, 25 min.) de Adriane Canan
Essa festa é a minha vida (Bahia, 2020, 18 min.), de Ulisses Arthur

Facebook Comments
Translate »
error: Conteudo protegido!