Em jogo de seis gols e duas viradas, Vitória empata com o Cuiabá fora de casa

(GALÁTICOS ONLINE) – O Vitória teve a chance de voltar a vencer na Série B. Fora de casa, o Rubro-Negro saiu atrás do placar, virou, mas após desperdiçar um pênalti voltou a levar uma virada e só teve forças para buscar o empate de 3 a 3 com o Cuiabá.

Thiago Lopes, duas vezes, e Fernando Neto marcaram, enquanto Vico isolou a cobrança de pênalti. Ex-jogador do clube, Elton marcou duas vezes e Rafael Gava completou para o time mato-grossense.

Com o resultado, o time baiano permanece ameaçado pela zona de rebaixamento, agora na 14ª colocação, com 33 pontos. Já sob o comando do novo técnico Mazola Júnior, o Leão volta a campo na próxima sexta (11), contra o Cruzeiro, no Barradão.

PRIMEIRO-TEMPO

O Vitória começou bem o primeiro tempo e deu o primeiro chute a gol. Aos três minutos, após troca de passes, Fernando Neto arriscou da entrada da área e João Carlos fez boa defesa.

Mas, o Rubro-Negro foi surpreendido em um contra-ataque as 12 minutos. Maxwell tocou da direita e Rafael Gava pegou de primeira para fazer um belo gol e abrir o placar.

Mas, o Leão não sentiu o gol e continuo em cima. O empate veio logo em seguida. Aos 16, Thiago Lopes arrancou em contra-ataque da entrada da  área, deixou adversários para trás, tocou para Vico e recebeu de volta para completar no canto e fazer um bonito gol.

O Cuiabá voltou a assustar aos 27 minutos. Elvis arriscou de longe, a bola desviou em Maurício Ramos e tirou tinta da trave de César.

Dez minutos depois, outra boa jogada trabalhada do time baiano. A bola parou no pé de Lucas Cândido, que chutou da entrada da área e também tirou tinta da trave.

O Vitória ainda teve mais uma chance aos 46. Rafael Carioca recebeu lançamento na esquerda, invadiu a área e chutou forte de direita para a boa defesa de João Carlos.

SEGUNDO-TEMPO

A primeira chance da segunda etapa foi do Rubro-Negro. Logo aos dois minutos, Rafael Carioca levantou bola na área, Lucas Cândido desviou de cabeça, mas os goleiro foi buscar no canto.

Cinco minutos depois, outra boa chegada do time baiano. Fernando Neto chutou da entrada da área, João Carlos espalmou e a bola ainda tocou na trave antes de sair na linha de fundo.

Mas, aos nove, o goleiro não conseguiu evitar. Vico cobrou falta na área, Fernand Neto desviou de cabeça e acertou o canto para virar.

Dois minutos depois, o Leão desperdiçou a chance de aumentar. Fernando Neto foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Vico tentou acertar o ângulo e isolou.

O castigo veio logo em seguida. Elton tabelou com Rafael Gava e tocou no canto de César para empatar novamente.

E aos 23, veio a virada. Após bola levantada na área, Marcinho tocou de cabeça para Elton, na pequena área, mandar nas redes e fazer o terceiro.

Mas, aos 37 minutos, o Vitória voltou a empatar. Ewandro cruzou na área, Thiago Lopes raspou de cabeça e a bola ainda tocou no ombro de Ednei antes de morrer nas redes.

Aos 41 minutos, Gerson Magrão cruzou da esquerda, o zagueiro dividiu com Jordy e mandou contra na rede. Mas, a arbitragem marcou impedimento do equatoriano e anulou o que seria mais uma virada do Leão.

O Vitória ainda teve mais uma chance, aos 52 minutos. O rubro-negro partiu com três jogadores contra um em contra-ataque, mas Ewandro, com o campo livre para invadir a área e marcar, tocou para o lado e desperdiçou a jogada.

Cuiabá 3 x 3 Vitória
Brasileirão Série B – 27ª rodada

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: 08/12/2020 (terça-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Zandick Gondim Alves Junior (RN). Assistentes: Francisco de Assis da Hora (RN) e Flavio Gomes Barroca (RN)
Cartões amarelos: Lucas Ramon, Matheus Barbosa, Rafael Gava, Pierini (CUI); João Victor, Léo, Gerson Magrão (VIT)
Gols: Rafael Gava, Elton-2 (CUI); Thiago Lopes, Fernando Neto (VIT)

Cuiabá
João Carlos; Lucas Ramon, Anderson Conceição, Ednei e Romário; Pierini (Nenê Bonilha), Rafael Gava (Jean Patrick) e Maxwell (Marcinho); Elvis (Felipe Ferreira), Elton e Felipe Marques (Yago). Técnico: Mário Henrique (interino).

Vitória
César; Léo Morais (Van), João Victor, Maurício Ramos e Rafael Carioca; Guilherme Rend (Gerson Magrão), Lucas Cândido (Mateus Frizzo) e Fernando Neto (Marcelinho); Thiago Lopes, Vico (Ewandro) e Jordy Caicedo. Técnico: Rodrigo Chagas (interino).

 

Facebook Comments Box
Translate »
error: Conteudo protegido!