Polícia acaba com culto de 2 mil pessoas na igreja de Valdemiro Santiago em Curitiba

(REVISTA FORUM) – A Polícia Militar de Curitiba, junto à Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu), acabou com um culto evangélico que reuniu 2 mil pessoas, boa parte idosos, na noite desta quarta-feira (24) em Curitiba (PR).

A celebração, denominada “Noite de Abraão”, acontecia em uma unidade da Igreja Mundial do Poder de Deus no bairro Batel e desrespeitava as regras contra o contágio da Covid-19 na cidade. A igreja, que tem templos espalhadas em todo o país, pertence ao pastor Valdemiro Santiago, amigo próximo de Jair Bolsonaro e que chegou a ganhar passaporte diplomático do presidente.

“Duas denúncias foram feitas: uma no 190, da Polícia Militar, e outra no 156, da Prefeitura de Curitiba. Cerca de 2 mil pessoas estavam reunidas, desrespeitando os protocolos de saúde. Elas dispersaram quando a polícia chegou”, disse ao portal Bem Paraná o cabo Everson Estácio.

Segundo a prefeitura, os responsáveis pelo evento receberam três multas que, somadas, chegam a R$150 mil e devem responder por crime contra a saúde.

Atualmente, a taxa de ocupação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na capital curitibana, por conta da alta dos casos de Covid-19, é de 93%.

Assista ao momento em que a fiscalização acaba com o evento.

Facebook Comments Box
Translate »
error: Conteudo protegido!