Preso terceiro envolvido na morte de servidor do Ciretran de Itabuna

Um soldado da Polícia Militar suspeito de efetuar os disparos que resultaram na morte do então coordenador da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Itabuna, Pablo Matos Barros, ocorrida em fevereiro, apresentou-se na Corregedoria Geral da Secretaria da Segurança Pública (Coger/SSP-BA), na sexta-feira (12).

O policial é o terceiro envolvido no crime, investigado pela 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna) e Delegacia de Homicídios (DH) daquela cidade. Após cumprimento do mandado de prisão temporária, ele foi transferido para o Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas.

Conforme as investigações, a motivação do crime foi uma dívida contraída pela vítima com proprietários de máquinas caça-níqueis. Câmeras de vigilância contribuíram para a identificação dos suspeitos. Mais dois envolvidos estão presos – entre eles, outro policial militar, que também está no Batalhão de Choque. As investigações continuam para identificar outros possíveis envolvidos.

Facebook Comments Box
Translate »
error: Conteudo protegido!